Bolt, Phelps e Biles são premiados no Oscar do Esporte

Bolt, Phelps e Biles são premiados no Oscar do Esporte


Jamaicano Usain Bolt colocou todo mundo para fazer seu gesto característico na entrada do Prêmio Laureus Matthew Lewis/Getty Images


O grande desempenho na Rio 2016 foi decisivo. Nesta terça-feira (14), o velocista jamaicano Usain Bolt, o nadador norte-americano Michael Phelps e a ginasta norte-americana Simone Biles conquistaram cada um troféu no Prêmio Laureus, conhecido como o Oscar do Esporte, em cerimônia realizada em Montecarlo, no Principado de Mônaco. Bolt e Biles ganharam como melhores atletas de 2016, enquanto que Phelps foi considerado o melhor "retorno do ano".



O Brasil concorria em duas categorias, mas passou em branco. Campeã olímpica pela primeira vez na história, a seleção de futebol masculino perdeu a disputa na Equipe para o Chicago Cubs, que colocou fim a jejum de nada menos que 108 anos sem título na MLB, a liga profissional norte-americana de beisebol. E Pedro Barros, destaque do skate nacional, foi superado pela britânica Rachel Atherton, do mountain bike, entre os "Esportes de Ação".





Três vezes medalhista de ouro no Rio-2016 - 100 metros, 200 metros e revezamento 4x100 metros -, Usain Bolt conquistou o Laureus pela quarta vez na sua carreira (as outras foram em 2009, 2010 e 2013) e se igualou ao tenista suíço Roger Federer como o mais vencedor do prêmio. Na disputa, bateu os norte-americanos Stephen Curry e LeBron James, astros da NBA, o fundista britânico Mo Farah, o tenista escocês Andy Murray e o atacante português Cristiano Ronaldo.



Já Michael Phelps confirmou seu favoritismo na categoria "Melhor retorno". Aposentado após os Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, o norte-americano superou diversos problemas e retornou às piscinas para ganhar mais medalhas no Rio-2016 e chegar à incrível marca de 28 medalhas olímpicas, sendo 23 delas douradas. "Foi incrível. Foi um dos melhores anos da minha vida. Não tem melhor forma de encerrar minha carreira" disse o nadador logo após receber o troféu.



Mais uma vez o grande destaque da ginástica artística em 2016, a norte-americana Simone Biles não teve adversária na disputa de melhor atleta feminina. Ela derrotou duas compatriotas - Allyson Felix, do atletismo, e Katie Ledecky, da natação -, a tenista alemã Angelique Kerber, a velocista jamaicana Elaine Thompson e a ciclista britânica Laura Trott.





Agora aposentado da Fórmula 1, de forma inesperada, o alemão Nico Rosberg ganhou o Laureus como revelação por causa do seu primeiro título da maior categoria do automobilismo na carreira. Ele recebeu o prêmio das mãos do ex-piloto brasileiro Emerson Fittipaldi.



A cerimônia desta terça-feira, em Montecarlo, premiou ainda a esgrimista italiana Beatrice Vio como melhor atleta paralímpica do ano e a equipe olímpica de refugiados como inspiração esportiva. Pela primeira vez, o Laureus abriu a sua votação para o público escolher, via internet, o momento esportivo do ano. A categoria estreante premiou a equipe sub-12 do Barcelona, que trocou a comemoração após uma vitória pelo consolo aos adversários.



Fonte: r7.com

Outras Notícias

Equipe dos Estados Unidos procura reforço inusitado para temporada

Ex-São Paulo e Inter, Ilsinho terá companheiro inusitado no futebol norte-americano ...

Rodrigo Pimpão marca de bicicleta e dá vitória ao Botafogo

Rodrigo Pimpão acertou bela bicicleta para marcar gol que deu a vitória ao Botafogo no...

Reincidente em comemoração polêmica, Cueva se desculpa por cartão amarelo no São Paulo

Cueva marcou primeiro gol do São Paulo e saiu com mão no ouvido na Vila apenas para to...

Eduardo Baptista pode mexer em defesa, meio e ataque do Palmeiras para voltar a vencer no Paulistão

Eduardo Baptista conversa com Barrios, que pode ser titular da equipe na noite desta q...

Treinamento da CBF tenta padronizar os critérios de mão na bola

Coronel Marinho, diretor da Comissão de Arbitragem da CBF, esteve à frente do treiname...

Dorival minimiza cobranças da torcida do Santos e nega defesa exposta

Dorival não gostou do que viu em campo contra o São Paulo FLAVIO HOPP/RAW IMAGE/EST...