Selecione a Página



Publicidade

O mais poderoso sindicato alemo est propondo algo indito no pas: uma reduo na jornada semanal de trabalho para 28 horas semanais, distribudas em quatro dias, sem reduo salarial. A jornada atual de 35 horas, cinco dias na semana.

A reduo seria opcional por um perodo de dois anos. Depois disso, o profissional retornaria jornada normal, sem prejuzo de cargo ou salrio. O sindicato pede ainda aumento de 6%.

O IG Metall representa a indstria metalrgica e de engenharia. So 3,9 milhes de membros – o maior sindicato industrial da Europa. Suas decises acabam se tornando tendncia em negociaes nacionais de outros setores.

Funcionrios de gigantes como Daimler, Bosch, Porsche, Audi e BMW pertencem ao IG Metall.

As negociaes da conveno coletiva da categoria comearam em outubro, como o costume, mas as partes no chegaram a um acordo no prazo mximo, que 31 de dezembro. Com isso, o perodo de “trgua social” acabou.

Thyssenkrupp, Benteler e outras 30 firmas, a maioria nos Estados da Baviera e de Baden-Wrttemberg, no sul da Alemanha, fizeram paralisaes nos ltimos dias.

O argumento do sindicato para a reduo da jornada que o trabalho do setor muito extenuante e que tal medida poderia beneficiar aqueles que precisem de mais tempo em famlia, seja para cuidar de um filho, de idosos ou de um parente doente, seja simplesmente para ficar em casa. O lema do sindicato “Minha vida, meu tempo”.

“Queremos que horas mais curtas sejam possveis para todos. Por isso precisamos que o pagamento seja subsidiado, para que o cuidado com as crianas, com a famlia e com a sade no dependa de quanto voc tem na carteira”, disse o lder do IG Metall, Jrg Hofmann, mdia local.

A disputa ocorre enquanto a economia da Alemanha apresenta excelente performance: crescimento de 2,2% no ano, inflao anual de 1,7% e desemprego de 3,6%.

Mas a associao patronal, chamada de Gesamtmetall, contrria reduo da jornada, por consider-la “injusta” e “onerosa” e sugere que, para ter um dia livre, os funcionrios aumentem as horas trabalhadas por dia. Quanto ao aumento, props 2%, mais pagamento de € 200 (R$ 780).

A Gesamtmetall diz ainda que os metalrgicos alemes j trabalham menos que os franceses (35,8 horas), os britnicos (37 horas) e os espanhis (38,4 horas).

“Se dermos incentivo para que trabalhem menos, no conseguiremos manter a produo nos nveis atuais”, disse Reuters Oliver Zander, chefe da Gesamtmetall.

Empresas dizem que teriam de contratar mo de obra temporria para ocupar o espao deixado pelos que se beneficiem da reduo.

“Empresas mdias como a nossa j esto sofrendo com a escassez de trabalhadores qualificados, que ficaria ainda pior”, disse Reuters Stefan Wolf, da ElringKlinger (de componentes automotivos).

Uma pesquisa do instituto Emnid mostrou que 47% dos alemes pensam que as demandas do IG Metall so apropriadas, enquanto um tero as consideram exageradas. No entanto, 65% disseram que no pediriam a reduo da jornada.

“Temos a ferramenta da greve de 24 horas nossa disposio”, ameaou Hofmann, do IG Metall, caso as negociaes no avancem.

*

TEMPO DE LUTAS
Conquistas do sindicato IG Metall

1954
“Bnus do Natal”

1956-57
Licena mdica paga

1959
Jornada de trabalho de 5 dias na semana

1962
Frias pagas e 14 salrio

1965-67
Jornada de 40 horas semanais

1995
Jornada de 35 horas semanais

3,9 milhes
o numero de filiados ao sindicato



Source link